• Network Rail

    Superando desafios durante o isolamento da COVID-19

    País de Gales e região oeste, Reino Unido

Resumo do projeto

    • ADVANCING VIRTUALIZATION THROUGH DIGITAL TWINS - Network Rail

Atendendo a novas demandas de trabalho na pandemia

A Network Rail, que é proprietária e gerente de infraestrutura da maior parte da rede ferroviária da Grã-Bretanha, é responsável por garantir um transporte confiável e eficiente por aproximadamente 32.000 km de trilhos, 30 mil pontes, túneis e viadutos e milhares de sinais, cruzamentos e estações. Apesar de serem designados como trabalhadores essenciais pelo governo do Reino Unido durante a pandemia de COVID-19, a Network Rail do País de Gales e da Região Ocidental (NR WW) teve que cumprir as restrições de lockdown, que exigiram que todos os funcionários trabalhassem em casa. Eles precisavam mudar de um ambiente de escritório, em que as reuniões presenciais eram a regra, para padrões de distanciamento remoto. Como resultado, enfrentaram inúmeros desafios de coordenação e colaboração, o que fez com que encontrassem maneiras criativas de trabalhar virtualmente, mantendo a rede em funcionamento de forma segura e confiável. Para superar essas dificuldades, eles precisavam de pensamento inovador, transformação digital ágil e trabalho em equipe.

Visualização, integração de projeto e virtualização

Durante o lockdown, a Network Rail estava trabalhando em vários projetos que exigiam a atualização da localização e a sinalização ferroviária nas estações Paddington e Exeter, respectivamente. Esses projetos apresentavam desafios que incluíam informações limitadas, questões de pesquisa e coleta de dados e documentação de ativos complicada, agravada pelas restrições da pandemia que os métodos de trabalho tradicionais não podiam adaptar. Eles desejavam uma abordagem tecnológica integrada em um ambiente de dados conectado e aberto para permitir a visualização baseada na Web, a integração do projeto e a virtualização para atender aos resultados do projeto em meio à COVID-19. No entanto, quando eles tentaram usar várias plataformas de compartilhamento de dados para implementar uma abordagem digital, nenhuma delas forneceu controle e integridade suficientes dos dados de origem para atender às suas necessidades.

Alcançando o sucesso com a tecnologia BIM e Gêmeos Digitais

Já familiarizado com as aplicações da Bentley, a NR WW estabeleceu fluxos de trabalho digitais em um ambiente baseado em nuvem usando o ProjectWise, permitindo que equipes e empreiteiras colaborem remotamente, conduzam revisões interdisciplinares e de projeto ao vivo e resolvam possíveis problemas. Usando MicroStation e Descartes, eles criaram um modelo 3D abrangente da estação de Exeter. Com o OpenRail Designer, eles realizaram avistamento de sinal no modelo visual e tecnicamente preciso. Sem condições de pesquisar e revisar mais de 100 sinais existentes no local da estação de Paddington, em Londres, eles realizaram varreduras de nuvem de pontos e usaram o Descartes para criar um gêmeo digital a partir das imagens, fornecendo uma representação realista de sinalética e várias opções de sinalização.

O avanço dos fluxos de trabalho virtuais oferece benefícios

Com as aplicações BIM integradas da Bentley, a NR WW criou o modelo de estação de Exeter em apenas três dias, permitindo visitas à obra virtual e o envolvimento das partes interessadas, que viabilizaram decisões práticas sem que as pessoas saíssem de suas casas. O uso de fluxos de trabalho digitais em Descartes reduziu o tempo para manipular os dados da nuvem de pontos em 50%, resultando na entrega do gêmeo digital de Paddington um mês antes do previsto. Trabalhar em um ambiente virtual também atenuou os problemas de segurança ao acessar uma rede ferroviária ao vivo e simplificou a colaboração remota durante a pandemia. Como resultado da criação do gêmeo digital, eles garantiram o trabalho futuro para a equipe de modelagem em um ritmo acelerado e mais eficiente, além de fornecer uma base firme para o uso de gêmeos digitais em toda a região.

Manual do projeto: Descartes, LumenRT, MicroStation, OpenRail Designer, ProjectWise

Resultado/Fatos
  • A Network Rail precisava de uma abordagem inovadora para colaboração em seus projetos em um ambiente digital construído durante as restrições de lockdown da pandemia.
  • O MicroStation permitiu que eles entregassem um modelo 3D preciso da Estação de Exeter dentro de três dias.
  • O uso do ProjectWise para facilitar avaliações de projeto ao vivo garantiu uma comunicação visível e transparente entre a equipe remota, além de uma resolução otimizada de problemas.
  • Gerar um gêmeo digital da Estação Paddington com Descartes economizou 50% em tempo de projeto.
Citação:
  • “A rápida criação do modelo [usando aplicações da Bentley] provou que, durante uma pandemia global e <em>lockdown</em>, ainda é possível fornecer serviços que vão além das expectativas de nossos clientes e das partes interessadas.”

    John Nolan Gerente de Programa, BIM Network Rail País de Gales e Região Oeste